CURA APENAS? OU UMA NOVA VIDA?

Ao lermos a história dos dez leprosos no Evangelho de Lucas, (17:11-19), vimos que, “Quando Jesus estava de caminho para Jerusalém, passou entre Samaria e Galileia.
Ao entrar numa aldeia, saíram-lhe ao encontro dez leprosos, que ficaram de longe e lhe gritaram, dizendo: Jesus, Mestre, compadece-te de nós! Ao vê-los, disse-lhes Jesus:
 Ide, e mostrai-vos aos sacerdotes!

Aconteceu que, indo eles, foram purificados. Um dos dez, vendo que fora curado, voltou, dando glória a Deus em alta voz, e prostrou-se com o rosto em terra, aos pés de Jesus, agradecendo-lhe; e este era samaritano.

Então, Jesus lhe perguntou: Não eram dez os que foram curados? Onde estão os nove? Não houve, porventura, quem voltasse para dar glória a Deus, senão este estrangeiro? E disse-lhe:
Levanta-te e vai; a tua fé te salvou.”

Quão importante é a Palavra de Deus. Jesus disse “Vão apresentar-se ao sacerdote”. A lepra naquela época era uma doença incurável, e comparada ao pecado. Aqueles homens eram obrigados a viver longe das suas famílias, separados do resto da sociedade, rejeitados e desprezados por todos.

E se quisessem aproximar de outros, tinha de ser pelo menos a uns 100 metros, e gritarem bem alto “Impuro! Impuro”, segundo mandava a Lei de Deus. (Levítico 16). E precisavam usar sinetas que chocalhavam enquanto tinham de passar pelos caminhos ou povoados. Geralmente estes leprosos viviam em cavernas ou em sítios bastante isolados.

Os leprosos estavam condenados a uma morte prematura motivada pelas circunstâncias que estavam a viver, custando-lhes a separação brutal da família, dos cônjuges, dos filhos, a saúde, a autoestima, os postos de trabalho, enfim, tudo o que a vida lhes tinha oferecido…
Estes dez leprosos tinham ouvido que Jesus estava perto e que curava as pessoas. Inclusive pessoas como eles. Então eles decidiram esperar por Jesus, juntos.

Quão importante é a divulgação da Palavra de Deus! Quando viram Jesus, ficaram de longe e gritaram: “Mestre! Compadece-te de nós!”.

E Jesus mandou-os mostrarem-se aos sacerdotes. E assim foram eles, obedecendo ao que Jesus ordenara. Os dez! Mesmo ainda leprosos, foram-se apresentar ao sacerdote.
A lepra do pecado também só tem cura em Jesus! Os dez leprosos ficaram curados pelo caminho, ao irem ao encontro dos sacerdotes. Não dos médicos ou curandeiros, ou dos amigos…

Sempre tem sido assim… As pessoas “irrecuperáveis”, os “casos perdidos”, devido aos exageros que causavam aos demais, são desprezadas. Mas muitas delas foram e têm sido “tocadas” e “transformadas” por Jesus.

Muitos reconhecem e seguem Jesus. Um destes dez leprosos, depois de curado, voltou atrás, agradecido. “Eu reconheço que Tu és o Messias. Obrigado por me teres curado!
E tem acontecido a mesma coisa durante todas as épocas. As pessoas pedem socorro a Deus nas suas necessidades, são curadas, mas depois voltam a submeter-se ao mesmo regime e sistema de sociedade que viviam outrora.

Outros vão introduzindo, consigo mesmos, para dentro da igreja que frequentam, os hábitos antigos e os padrões de vida que experimentavam dantes. E acabam por esquecer-se de “Quem os curou” um dia. Mas ainda há aqueles que reconhecem quem Jesus é, e aquilo que Ele faz nas suas vidas. Não sei se será um por cento…

De notar que a lepra atingia ricos e pobres. Todos experimentaram a dor da rejeição das famílias, da sociedade. Mas assim como houve um que reconheceu a sua cura, e voltou agradecido, e recebeu, não só a cura física, mas a cura da sua alma também, pode acontecer o mesmo connosco. Pensa nisso…

Quando estamos embrenhados em nós mesmos, só pensamos na cura, mas a postura do nosso coração deve ser em seguir Jesus. Os nove homens leprosos que eram judeus, apenas queriam estar “acomodados” com a sua saúde, mas o samaritano, não somente queria a saúde do seu corpo, mas queria algo novo, uma NOVA VIDA.

Nove deles receberam cura para cumprirem as suas agendas pessoais, preocupados consigo mesmos, mas um único reconheceu a voz de Deus, e ao receber cura, quis seguir Jesus Cristo.
Aquele que está raciocinando e maquinando apenas pela sua mente humana, não flui a graça de Deus. Mas precisamos crer que nada nesta vida é mais importante do que conhecer e seguir Jesus Cristo.

Deus pede que deixemos tudo, até mesmo as nossas “maquinações”, e que sejamos novas criaturas! Notas que já estás a pensar, a agir e a reagir de modo diferente? Essa é a prova da mudança! Aos olhos de Deus não há “fotocópias melhoradas”, “gente melhorada”, como vemos nos nossos dias.

Tecnologicamente já é difícil diferenciar uma cópia de um documento, de um original, devido ao aperfeiçoamento das impressoras. Mas com relação ao coração do homem, Deus ainda reconhece o que é natural daquilo que é “cópia”. Deus conhece aquele que é sincero, que vai atrás do Seu perdão, da reconciliação com Ele... “Para com o sincero, Deus se mostra sincero”. Salmo 18:25.

Uma coisa é o Saber, ter conhecimento das coisas que concernem ao Reino de Deus, outra é a nossa Aceitação delas. Deus já nos enviou a solução para a nossa reconciliação com Ele, devido à nossa condição pecadora.
Nós devemos aceitar essa salvação e cura divina, seguir Jesus e passar essa mensagem aos demais…

V.P.

Related Posts

No Comments


Recent

Categories

Archive

 2020

Tags